ACIMA DE TUDO O
AMOR
Como a fé e a solidariedade construíram o maior polo de referência nacional na luta contra o câncer
ONDE COMPRAR:






©Todos direitos reservados - Desenvolvido por: Equipe de desenvolvimento web do Hospital de Câncer de Barretos
O LIVRO

Um dia, em 1962, um casal de médicos fundou um pequeno hospital na cidade de Barretos com um forte ideal: fazer um atendimento humanizado, qualitativo e gratuito para os mais carentes. Depois de observar a dificuldade de inúmeros pacientes com câncer em conseguir tratamento em centros especializados, o fundador, Dr. Paulo Prata, transformou-o no Hospital de Câncer de Barretos (HCB).

Em 1989, subsistindo com recursos públicos e algumas doações, o hospital estava deficitário, a ponto de fechar as portas. Um episódio mudou tudo: o terceiro filho do casal, Henrique Prata, fazendeiro que nunca cursou medicina, ao viver uma experiência de fé, resolveu abraçar a obra de seu pai e servir a Deus desse modo.

Enfrentou muitas dificuldades, mas conseguiu, com a ajuda de doações de empresários, fazendeiros, artistas e personalidades públicas, manter o hospital funcionando. Mas não só. Hoje, 50 anos após sua fundação, com 107 mil m2 de área, fazendo cerca de cem mil atendimentos gratuitos por ano, o HCB se transformou em um dos maiores centros de excelência do mundo no tratamento e pesquisa de câncer, reconhecido e premiado internacionalmente.

O fazendeiro que abraçou a medicina
Release: O livro acima de tudo o amor, livro acima de tudo o amor, ler acima de tudo o amor, comprar o livro acima de tudo o amor.
Neste livro, você vai conhecer as incríveis histórias que acontecem todos os dias – verdadeiros milagres – que permitem que este trabalho valioso continue sendo feito. Como o custo operacional mensal excede as receitas públicas destinadas à obra, é o apoio incondicional de pessoas do bem que faz com que as portas permaneçam abertas. O autor narra como venceu barreiras e tornou o impossível possível, encontrando verdadeiros anjos de solidariedade que o ajudam a prosseguir nesse caminho de fé e amor dedicado ao próximo.
Dois médicos e um fazendeiro: o mesmo sonho

As origens dos ideais que influenciaram os sonhos, a prática profissional e a criação da Fundação Pio XII pelo médico Dr. Paulo Prata remontam à trajetória pessoal de seu pai, Dr. Ranulpho Prata, nascido em Lagarto, no interior de Sergipe, em 1869.
Embora tenha entrado para a história como escritor, Dr. Ranulpho foi, na essência, um médico idealista e apaixonado pelo serviço ao próximo, a quem se entregava de corpo e alma. Dedicava a isso também sua escrita, que reflete a alma do humanista e pensador da enfermidade e do sistema no qual se inseria seu cuidar. Se a profissão influenciou profundamente sua produção literária, foi seu filho único a maior projeção de seus valores.
De Lagarto, interior de Sergipe, para Aracaju, Salvador, Rio de Janeiro, Santos e Mirassol. De São Paulo para Catanduva e Barretos. Idas e vindas de Pratas e suas famílias em busca da melhor formação profissional com vista a oferecer o melhor tratamento médico aos mais necessitados.